Cerveja
Comportamento 15 de junho de 2018

10 Cervejas Artesanais que Todo Barbudo Deve Experimentar

Com certeza você já deve ter percebido no seu próprio ciclo de amizades o crescimento do número de “mestres cervejeiros”, não é? Cada vez mais caras estão percebendo que vale a pena investir um pouco mais de grana em cervejas artesanais, diferentes dessas que vemos em todo bar, para conhecer novos sabores que, falando a verdade, valem cada centavo.

10 cervejas artesanais que você tem que conhecer

Se você também está nessa de conhecer mais a fundo o mundo das cervejas especiais, com certeza vai curtir a lista que fizemos com 10 das melhores cervejas artesanais disponíveis hoje no mercado.

Morada Hop Arabica

Feita pela Morada Cia Etílica em parceria com o Lucca Cafés, essa é uma das cervejas artesanais que misturam duas bebidas amadas pelo brasileiro: cerveja e café. A Morada Hop Arabica é uma American Pale Ale de teor alcoólico de 5% que harmoniza com carnes grelhadas, pratos mais pesados como o cassoulet e a feijoada, mas também com frutos do mar.

Bierland Vienna

Mais uma representante das cervejas brasileiras artesanais, a Bierland Vienna é uma Vienna Lager de teor alcoólico 5,4%. Com aroma de malte tostado, toque cítrico e de flores e notas de caramelo, ela harmoniza com rosbife, churrasco, salsichas e pratos apimentados, como bobó de camarão e comida mexicana.

Duchesse de Bourgogne

As cervejas especiais belgas têm ótima fama em todo o mundo, então não poderia faltar uma representante na nossa lista. A Duchesse de Bourgogne é uma cerveja estilo Flanders Red Ale de teor alcoólico 6,2% feita com um blend de safras envelhecidas em barris de carvalho.

Seu sabor característico com certeza será apreciado por amantes de vinho, principalmente se harmonizada com uma clássica salada Caesar, queijo roquefort ou gorgonzola e frutas cítricas ou vermelhas.

 North Coast Old Rasputin Russian Imperial Stout

Outra representante das cervejas especiais estrangeiras, desta vez feita nos Estados Unidos, a North Coast Old Rasputin Russian Imperial Stour é uma cerveja estilo Russian Imperial Stout com teor alcoólico de 9%. Seu sabor lembra o de um chocolate amargo ou de café e combina perfeitamente com um fondue de chocolate com frutas vermelhas.

Tripel Karmeliet

Mais uma belga entre as cervejas artesanais que todo barbudo deve provar, essa Belgian Tripel é possivelmente a Tripel mais conhecida do mundo. Com teor alcoólico de 8%, a Tripel Karmeliet tem em sua composição cevada, trigo e aveia. Seu aroma cítrico combina com carne vermelha, queijos e massas ao molho bechamel, pesto ou carbonara.

Tupiniquim Polimango

O nome dessa cereja já entrega que ela faz parte do time de cervejas brasileiras artesanais que selecionamos para esta lista. A Tupiniquim Polimango foi desenvolvida em uma parceria com a cervejaria sueca Omnipollo, resultando em uma cerveja estilo Imperial Indian Pale Ale (IPA) com teor alcoólico de 9,5%.

Na composição da Tupiniquim Polimango, há farinha de polenta e frutas cítricas aromáticas, fazendo com que ela harmonize bem com queijo emmental e gorgonzola, pratos com curry e chutney de manga.

Schornstein IPA

Mais uma IPA entre as cervejas artesanais brasileiras que escolhemos. Essa American IPA tem o teor alcoólico de 6,8% e harmoniza com hambúrguer e queijos como grana padano, parmesão e pecorino.

Para quem buscar uma opção mais leve e refrescante, a Schornstein Witbier também é ótima e tem apenas 5% de teor alcoólico. Ela é feita com trigo, especiarias, coentro, laranja e tangerina.

Colorado Ithaca

Essa é uma cerveja brasileira que tem praticamente sotaque. A Colorado Ithaca é uma Imperial Stout com teor alcoólico de 10,5% feita com malte, lúpulo e rapadura queimada. Isso mesmo, brasileiríssima. Ela combina com carnes de caça, queijos duros maturados, presunto cru e doces caramelizados.

A Colorado tem várias outras opções de cervejas artesanais incríveis, mas a Vixnu também leva rapadura na composição. Ela é uma Imperial IPA feita com lúpulos americanos e de teor alcoólico 9,5%.

Urbana Gordelícia

Com um rótulo divertido, que estampa uma mulher, provavelmente a musa “gordelícia”, essa Belgian Strong Ale tem o sabor um pouco doce no início, mas ganha acidez e amargor. Produzida pela Cervejaria Urbana, na capital paulista, ela combina bem com queijos, frutos do mar e risoto.

 

Bodebrown Wee Heavy

A saideira é com a primeira Scotch Ale registrada no Brasil. Inspirada nas escocesas, a Bodebrown Wee Heavy é, com certeza, uma ótima representante das cervejas artesanais brasileiras. Ela tem teor alcoólico de 8% e o puro sabor do malte, harmonizando bem com carnes de caça, vermelhas, de porco e queijos.

Agora é só levar a nossa lista de cervejas especiais para o mercado ou para sites especializados e encomendar cada uma elas! Você, como homem que ostenta uma Barba de Respeito, precisa conhecer todas.

Curtiu a lista? Então compartilha lá no grupo dos brothers. Já provou alguma dessas cervejas artesanais? Deixe suas impressões aí nos comentários e lembrem-se né? Se beber não dirija.

Posts Relacionados

Comentários:

  1. […] nossa lista de cervejas para beber antes de morrer? Então leia também nossos textos com as 10 cervejas artesanais que todo barbudo deve experimentar e 3 drinks clássicos de boteco que você precisa aprender a […]

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se para Receber NOTÍCIAS E PROMOÇÕES
Mais comentados
Blend Original® Barba de Respeito