doenças de pele
Comportamento 30 de março de 2020

Doenças de pele: 5 doenças e como lidar com elas

E aê, firmeza? Cara, hoje vamos falar de cinco problemas que atingem um número considerável de homens: as doenças de pele. Sim, prezado irmão barbado… embora para a grande maioria os problemas se resumem a espinhas e acnes, há uma parcela que sofre com situações mais graves e, muitas vezes, incuráveis.

Como prevenção é palavra de ordem para nós da Barba de Respeito, resolvemos trazer aqui alguns desses problemas para orientá-lo sobre a melhor forma de agir.

Claro que é sempre imprescindível consultar um especialista para um diagnóstico preciso, mas vale falar de algumas doenças mais conhecidas e seus sintomas. 

Dessa maneira, caso esteja passando por isso ou conheça alguém nessa situação, você pode identificar o problema e começar com o tratamento o mais cedo possível.

Psoríase

Doenças de pele

Mais comum do que se imagina, e psoríase é uma das doenças de pele que não tem cura. Não contagiosa, ela pode ser controlada para que o paciente tenha uma vida completamente normal. 

Caracterizada por placas escamosas e avermelhadas, ela não causa coceira. Principal diferença em relação ao eczema, outra doença de pele que tem aparência semelhante. 

A estimativa é que cerca de 3% da população mundial sofra do problema. Embora a verdadeira causa ainda seja um mistério, a doença costuma se manifestar após episódios de trauma emocional. 

Como já citamos acima, a doença não tem cura, mas com o tratamento adequado pode ser controlada. Entre os cuidados indicados estão o uso de hidratantes várias vezes ao dia, em especial nas áreas onde aparecem as lesões. 

É indicado, também, evitar produtos que contenham ureia em sua composição, já que o componente pode causar ardência. Deve-se evitar também esfoliar a área afetada, pois o procedimento pode desencadear novas crises. 

A doença tem ciclos, e pode ser dividida em momentos de melhora e de piora, variando de pessoa para pessoa. 

Estudos apontam, ainda, que entre 50% e 80% das pessoas que sofrem com psoríase contam com lesões no couro cabeludo. É uma área do corpo que também merece atenção especial. 

Para os barbudos com psoríase, é preciso cuidado na hora de aparar os pelos com lâmina, já que traumas podem desencadear o aparecimento de lesões. 

Foliculite

Doenças de pele

A coceira e irritação é outro problema que afeta muitos homens, em especial os que estão deixando a barba crescer. 

Na maioria das vezes, esse coça-coça dura poucos dias. Mas, o suficiente para o pelo romper a camada de pele. No entanto, há casos em que os sintomas duram mais tempo e provocam também ardência e feridas. 

Essa irritação e coceira são causadas por doenças como a foliculite, uma inflamação dos folículos pilosos. 

O tipo mais comum afeta, em geral, a camada superficial da pele e é percebida por conta da vermelhidão, coceira e pus

Na região da barba, a inflamação acontece devido ao processo de raspagem dos pelos. Os fios se curvam e voltam para o interior da pele, causando inflamação. 

Trocar a lâmina sempre que for se barbear e usar água morna para massagear a pele são algumas dicas que ajudam a evitar a foliculite.

Outros cuidados indicados são:

  • Usar um pré-barba ou hidratante para amaciar os fios;
  • Usar um gel para facilitar o deslize da lâmina na hora de se barbear; 
  • Passar a lâmina no sentido do crescimento do pelo;
  • Usar produtos específicos pós-barba para reduzir a irritação. 

Além disso, aqui na Barba de Respeito temos um produto revolucionário, que acaba de vez com esses sintomas chatos: o Beard Calm

Produto 100% natural, ele ajuda a prevenir as inflamações iniciais que levam ao problema e promove alívio imediato, refrescando e acalmando a pele. 

Dermatite

Doenças de pele

Outro tipo de inflamação, a dermatite se caracteriza por inchaços, coceira, vermelhidão, fissuras, espessamento e ressecamento da pele. 

Alguns tipos da doença podem aparecer no couro cabeludo e na região da barba. 

A dermatite de contato, por exemplo, causa feridas, coceira, e descamação da pele. É mais comum nas mãos e no rosto. 

Já a dermatite seborreica ocorre nas regiões onde existe uma concentração maior de glândulas seborreicas, como couro cabeludo e barba! 

A dica aqui é evitar coçar a área irritada e mantê-la sempre bem limpa. Com isso você evita o acúmulo de sujeira que pode piorar a situação.

Vitiligo

Essa doença causa a perda gradativa da pigmentação da pele, com o surgimento de manchas em todo o corpo, inclusive cabelo, interior da boca e olhos. 

Embora não seja contagiosa e nem represente um risco para a vida de quem a possui, pode afetar a autoestima do paciente,

Diferente de outras doenças de pele, é autoimune e multifatorial. As causas de vitiligo ainda são desconhecidas pela ciência. 

Estudos apontam, até agora, que a doença ocorre quando as células formadoras de melanina morrem ou deixam de produzir o pigmento que garante a cor da pele, do cabelo e dos olhos. 

Por afetar os fios, o vitiligo pode causar a perda de pigmentação não somente da pele, mas também do cabelo, cílios, sobrancelhas ou barba. 

Para quem tem barba, é preciso ter cuidado para não se cortar no momento de aparar os fios. Isso porque, podem surgir lesões (como a despigmentação, no caso do vitiligo) na área do trauma. 

Alopecia

Um distúrbio também conhecido como “pelada”, a Alopecia é a principal responsável pela queda de pelos no couro cabeludo, cílios, sobrancelhas e até mesmo na barba. 

Por proporcionar essa queda dos fios, é também um dos maiores pesadelos para quem quer ser um barbudo de respeito. Uma vez que, pode causar a temida barba falhada.

Esse distúrbio afeta entre 1% e 2% da população mundial e pode se manifestar em qualquer idade. No entanto, cerca de 60% dos casos são em menores de 20 anos.

Assim como outras doenças de pele, a causa pode ser genética ou imunológica. Podendo ser desencadeada por fatores como estresse ou presença de micro-organismos.

Um dos principais sintomas da doença é a barba falhada, em formatos arredondados ou ovais e bem delimitados. 

Há ainda casos de coceira ou queimação na pele e o aparecimento de lesões no local. 

A boa notícia é que, no caso da alopecia, há tratamento. Entre as opções estão injeções locais de cortisona e cremes de corticosteróides, antralina, DNCB e SADBE.

Outra opção com bons resultados é o Blend Original da Barba de Respeito. Fórmula exclusiva feita para estimular o preenchimento das barbas falhadas, com princípios 100% naturais.

Previna-se das doenças de pele

Pronto. Agora você já conhece 5 das principais doenças de pele que existem. Vale ressaltar que, como a pele do homem produz mais glândulas sebáceas – por conta da ação da testosterona -, e tem também os poros mais abertos e pelos mais grossos, são maiores as chances de aparecerem alguns problemas.

Por isso mesmo, é importante manter cuidados diários. Entre eles o uso de shampoo específico, hidratante facial, protetor solar, espuma ou gel de barbear e loção pós barba. Entre outros produtos desenvolvidos especialmente para os caras que não abrem mão de se cuidar para ter uma pele e barba bonitos e saudáveis.  

Curtiu as dicas? Então compartilhe e siga acompanhando as novidades em nosso blog.

Posts Relacionados
Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se para Receber NOTÍCIAS E PROMOÇÕES
Mais comentados
Kit Aspirante - Lançamento Barba de Respeito