esportes radicais
Sem categoria 9 de abril de 2020

Esportes radicais para os barbudos aventureiros

Você pratica ou já praticou esportes radicais? Barbudos são facilmente associados a pessoas radicais. Então nada mais justo que aproveitar essa “veia aventureira” para falar dos esportes que chamam a atenção por saírem do óbvio. Aqueles que testam tando limites e garantindo uma boa dose de adrenalina.

Aproveitamos esse post para sugerir algumas modalidades. Esportes que têm tudo a ver com quem cuida da saúde e não dispensa cuidados: os esportes radicais.

via GIPHY

Pode reparar: sempre que algum esporte radical passa na TV ou se destaca em alguma rede social, difícil não imaginar um barbudo praticando. Afinal, barba é sinônimo de bom gosto e, claro, de desafios, dedicação e aventura.

E é legal dizer que temos muitos aventureiros ostentando seus belos fios nas mais diferentes modalidades esportivas. Duvida? Então saca só essa seleção que preparamos para você.

O começo dos esportes radicais

Os esportes radicais, também chamados de esporte de aventura, se destacam por serem mais que uma simples atividade física. Eles desafiam o limite humano e, geralmente, são praticados em condições extremas de altura e velocidade. Sendo caracterizados, dessa forma, como de alto risco. 

Estudos apontam que uma das primeiras atividades relacionadas a esse tipo de atividade esportiva foi registrada em 1979. Na época, o Dangerous Sports Club (Clube dos Esportes Perigosos), fundado na Universidade de Oxford, na Inglaterra, inventou o bungee jump moderno.

Os primeiros saltos da nova modalidade datam de 1º de abril de 1979, em uma ponte em Briston, na Inglaterra. Além desse esporte, figuram entre outras atividades do clube a asa-delta e o base jumping. 

via GIPHY

Reunindo milhares de praticantes e fãs por todo o mundo, as atividades radicais foram se expandindo e a lista cresceu, contando com esportes como surfe, skate, rafting, paraquedismo, rapel, motocross, windsurfe, snowboard, parkour, alpinismo, escalada, mergulho, entre muitos outros. 

E se, nesse momento, você quiser entender porque milhares de pessoas arriscavam suas vidas em nome de uma ”atividade física”, eis a explicação: adrenalina

Sim, prezado irmão barbado, a adrenalina é a recompensa por arriscar a própria vida em manobras arriscadas e feitos inimagináveis. Junte a ela uma boa dose de dopamina e endorfina, hormônios diretamente relacionados ao bom humor e prazer. 

Eles são o incentivo para que esportistas de todo o mundo treinem muito e se arrisquem cada vez mais em busca de novos desafios. 

Esportes Radicais: o que é e o que não é?

esportes radicais

Embora não exista um padrão para definir se um esporte é radical ou não, algumas características são levadas em conta na hora de definir a categoria. 

Além de velocidade e altura, muito comuns nesses esportes, tais atividades se destacam por utilizarem a natureza – e aí entram vento, mar, montanha ou neve – para serem executados. 

O alto risco dessas atividades também deve ser considerado. Dados do Centro de Documentação e Informação de Seguros da França apontam que, dos oito esportes mais perigosos do mundo, pelo menos metade são considerados esportes radicais. 

Então brother, só pra não dizer que a gente não avisou: todo cuidado é pouco! Esses esportes não são brincadeira para esportistas de final de semana. Quer praticar? Apoiado, mas tome todos os cuidados necessários e só aumente o nível de dificuldade à medida que você estiver dominando bem a modalidade, combinado?

Esportes radicais: os barbudos estão por aqui, sim!

Voltando ao objetivo desse post, vamos falar dos esportes radicais mais famosos e, claro, mostrar que eles também são praticados por barbudos. Afinal, é sempre bom ressaltar, os pelos faciais não atrapalham em nada a prática dessas modalidades. 

Radical ou não, praticar esportes é importantíssimo para todo mundo. Além de mandar pra bem longe o sedentarismo, a prática de atividades físicas promove inúmeros benefícios para o corpo humano, como:

  • Melhora do humor;
  • Aumento da sensação de bem estar;
  • Dá aquela ajuda pra aumentar a força muscular;
  • Ajuda na flexibilidade corporal;
  • Redução do stress;
  • Prevenção de doenças.

Então, bora lá ver alguns dos esportes radicais mais praticados e os barbudos que se destacam em alguns deles? 

Rafting

via GIPHY

Embora seja um esporte restrito a determinadas regiões, já que é praticado em rios, é também uma atividade bem divertida. 

Basicamente, é uma descida em corredeiras bem agitadas em botes infláveis. Praticada geralmente por grupos de 8 pessoas, além do instrutor, os participantes devem manobrar o bote em meio a correnteza.

Entre os benefícios do rafting estão melhora do condicionamento físico, redução do stress e fortalecimento da musculatura do abdômen.

Skate

via GIPHY

Skate e barbudos têm tudo a ver. Embora seja uma prática urbana, já que é muito comum ver jovens deslizando por aí com suas pranchas sobre rodas pelas ruas e avenidas, o skate é, sim, um esporte radical. 

Inspirado no surfe, essa atividade proporciona adrenalina máxima através de manobras radicais e equilíbrio nas rodinhas, em especial quando praticado em pistas com rampas, barras e outros itens colocados propositalmente para testar a habilidade do esportista. 

Se você quer uma atividade para gastar calorias, essa é uma boa opção. Além disso, o skate tonifica as pernas, promove o equilíbrio e o desenvolvimento de toda musculatura do corpo.

Um skatista que manda bem sobre as rodinhas e também na barba é Pedro Barros. Conhecido como barnstormer (um tipo de montanha-russa pequena) brasileiro, ele é apontado como um dos maiores destaques da história dos X Games e se tornou um dos favoritos a integrar a Seleção Brasileira que vai às Olimpíadas (em 2021, em Tóquio) pela primeira vez. 

Rapel

via GIPHY

Mais um esporte radical que está ligado ao meio ambiente. O rapel proporciona belas paisagens e também desafios grandes. Descer montanhas e cachoeiras de vários metros de altura e se equilibrar em uma cadeirinha presa à uma corda que você domina com a ponta dos dedos. É super seguro, mas no começo é meio difícil acreditar que você pode confiar no movimento sincronizado de apenas dois dedos de sua mão para garantir uma descida perfeita.

Realizado na maioria das vezes em conjunto, devido às questões de segurança que envolve, exige uma boa dose de confiança. Entre os benefícios, além do fortalecimento dos músculos e ossos, ajuda a diminuir a ansiedade e aumentar a concentração. 

Paraquedismo

via GIPHY

Cara, esse é um esporte super radical. Afinal, venhamos e convenhamos, não é tão simples estar a milhares de pés de altura, abrir a portinhola de um avião e se lançar no azul do céu com uma mochila nas costas onde está o seu único “salva vidas”: o paraquedas.

É raro acontecer, mas, se algo der errado aqui, o estrago é feio. E, exatamente por desafiar tantos limites, o paraquedismo integra a lista de esportes dos mais radicais. Sem contar que pede um preparo maior por parte dos interessados. 

Além da queda livre, é preciso ter muito conhecimento e controle para ativar o paraquedas no momento certo e, assim, apreciar a vista. 

A recompensa que esse esporte proporciona está no alívio do stress, controle de ansiedade. E mais, é uma boa ajuda para aqueles que têm problemas em enfrentar medos. 

Entre os grandes nomes do paraquedismo mundial está o brasileiro Sabiá, conhecido por seus saltos e também por sua barba. O mais famoso paraquedista brasileiro de todos os tempos, que contabiliza mais de 14.000 mil saltos de mais de 300 tipos de aeronaves diferentes e coleciona títulos internacionais, agora desponta em outro esporte radical: o voo livre. 

Surf

via GIPHY

Para muitos, mar é sinônimo de calmaria. Para outros, de desafios. E assim é o surfe, mais um esporte radical que tem milhares de praticantes e, claro, muitos barbudos. 

Com diferentes níveis de dificuldade, já que pode ser praticado desde praias mais singelas, com ondas mais tranquilas, até locais cujas ondas passam dos 10 metros de altura, esse esporte mescla equilíbrio e liberdade e requer cuidados pelos riscos que as manobras, e as ondas, representam.

O surfe trabalha o equilíbrio do esportista e também melhora o condicionamento físico. Além de contribuir para uma boa atividade cardiorrespiratória e ganho de força muscular. 

Nessa modalidade, destacamos o surfista barbudo Lucas Chumbo. O cara venceu o desafio “Gigantes de Nazaré 2020” e pegou uma onda estimada em nada mais nada menos que 17 metros. 

Cuidando do corpo, e da barba!

O que achou desses esportes radicais e, claro, dos esportistas? Brother, além de mandarem bem nas modalidades que escolheram, eles também se destacam nos cuidados com suas barbas. Afinal, não adianta ser o “ás” do esporte e sair na foto com os fios desgrenhados.

E você, tem praticado atividades esportivas ou gostaria de se aventurar em algum esporte radical? Lembre-se que é importante ter uma atividade para aliviar o stress.

Mas, independentemente da modalidade escolhida, não vai deixar de lado os cuidados com a barba, combinado? E para manter o corpo e os fios do rosto em dia, nada melhor que investir nos produtos certos. 

Se você, assim como os esportistas em início de caminhada, ainda está começando sua aventura pelo mundo dos barbudos, nossa dica é usar o Blend Original da Barba de Respeito. Feito com componentes naturais, ele é a pedida certa para você garantir aquela barba de responsa que sempre sonhou. 

Se atentando aos cuidados diários, em pouco tempo você vai fazer parte da seleção de Barbudos de Respeito e ostentar uma bela barba na cara. 

E, claro, independentemente do tamanho de sua barba, não se esqueça de investir em um belo pente de madeira. Ele livra os fios do frizz, mantendo-os em seu devido lugar. Esperamos que tenha curtido o post.

Ah, visite nosso site e confira outros produtos para você se destacar entre os barbudos de respeito.

Posts Relacionados
Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se para Receber NOTÍCIAS E PROMOÇÕES
Mais comentados
Kit Aspirante - Lançamento Barba de Respeito